Seguidores

06 setembro 2019

STOP DA MATEMÁTICA

Esse é um jogo divertido que as crianças adoram. Quem não conhece o "Stop" com letras? Essa é uma versão matemática da brincadeira, que segue o mesmo princípio, alterando as palavras por operações matemáticas.

Como jogar:

Cada aluno deverá receber uma ficha como esta acima;
O professor: (a) deve ditar um número e o mesmo deverá ser anotado pelos alunos na ficha;
Em seguida os alunos deverão realizar as seguintes operações propostas;
O aluno que preencher a linha primeiro  grita "Stop" e todos os outros alunos devem parar;
O professor faz as correções junto aos alunos;
Cada acerto vale dez pontos. Os alunos devem somar seus pontos e o total deverá ser registrado na última coluna e ao final do jogo estes pontos deverão ser somados e registrados no “total geral”;

Ganha o jogo o aluno que fizer maior número de pontos.


Texto com interpretação: O GATO,O GALO E O RATINHO


10 agosto 2019

OS SETE PECADOS CAPITAIS DOS EDUCADORES



1)- Corrigir publicamente: Jamais deveria expor o defeito de uma pessoa, por pior que ela seja, diante dos outros. Valorizar mais a pessoa que erra do que o erro da pessoa.



2)- Expressar autoridade com agressividade: Os que impõem sua autoridade são os que têm receio das suas próprias fragilidades. Para que se tenha êxito na educação, é preciso considerar que o diálogo é uma ferramenta educacional insubstituível.



3)- Ser excessivamente crítico: obstruir a infância da criança. Os fracos condenam, os fortes compreendem, os fracos julgam, os fortes perdoam. Os fracos impõem suas ideias à força, os fortes as expõem com afeto e segurança.



4)- Punir quando estiver irado e colocar limites sem dar explicações: A maturidade de uma pessoa é revelada pela forma inteligente com que ela corrige alguém. Jamais coloque limites sem dar explicações. Use primeiro o silêncio e depois as ideias. Diga o quanto ele é importante, antes de apontar-lhe o defeito. Ele acolherá melhor suas observações e o amará para sempre.



5)- Ser impaciente e desistir de educar: É preciso compreender que, por trás de cada jovem arredio, agressivo, há uma criança que precisa de afeto. Todos queremos educar jovens dóceis, mas são os que nos frustram que testam nossa qualidade de educadores. São os filhos complicados que testam a grandeza do nosso amor.



6)- Não cumprir com a palavra. As relações sociais são um contrato assinado no palco da vida. Não quebre. Não dissimule suas reações. Seja honesto com os educandos. Cumpra o que prometer. A confiança é um edifício difícil de ser construído, fácil de ser demolido e muito difícil de ser reconstruído.



7)- Destruir a esperança e os sonhos. A maior falha que podem cometer é destruir a esperança e os sonhos dos jovens. Sem esperança não há estradas, sem sonhos não há motivação para caminhar. O mundo pode desabar sobre uma pessoa, ela pode ter perdido tudo na vida, mas, se tem esperança e sonhos, ela tem brilho nos olhos e alegria na alma.


( Augusto Cury )

TEXTO PARA REFLEXÃO: "A VIDA É O TREM QUE PASSA"



A VIDA É O TREM QUE PASSA
 Marillena S. Ribeiro

A vida é o trem que passa
Os sonhos são vagões
O amor é o maquinista
Somos nós, a estação!

Adquira seu bilhete, faça sua escolha
O trem vai seguindo continuadamente
Em cada vagão, o desejo de sua mente
...há também tristezas, desilusões
Com a passagem na mão, escolha!

A viagem, se longa não sabemos
A bagagem é cada dia vivenciada
Mudar o rumo, podemos
Sem mesmo saber da parada

A estação nunca pode estar vazia
Será sempre um passeio viver
Se sentar na janela, aprecie
Tudo é passagem, algo pode reter

Cada dia que passa é contagem regressiva
Viaje como se cada instante fosse único
Cada olhar como se fosse o último

Respire fundo, o caminho é longo
Encontrará adversidades
...tristezas
...saudades
...abismos
...retas
.curvas
inúmeras serão as vezes
que não veremos o que há além da curva
Mas o percurso seguirá sonhando

A vida é uma viagem
Somos mutantes
Somos passageiros
Somos nuvens
Somos fumaça

Por não saber decifrar o mapa da vida
Algumas vezes nos  perderemos no trajeto
Mas, para quem sonha, nada é impossível
nunca se perde, sempre se encontra

Escute, ouça, é o apito de mais uma partida
Poderá estar partindo para novos lugares
sem roteiros
sem destino
sem poente ou nascente
A direção é para a felicidade
Conduzirá e será conduzido
O maquinista sempre atento
na história, na vida

De tudo que viver, uma coisa é certa:
Não se canse da viagem, prossiga
Lute, grite, implore
Mas não desista
...se cansar, acene, sorria
O maquinista não te deixará
Não hesite, não tema
Onde parar, um coração
certamente o acalentará

A viagem prossegue
...e sabendo onde quer ir
Vá seguro, você consegue
Sabendo sempre que vai valente...
sua viagem será eternamente...
no vagão de primeira classe.

30 julho 2019

COISAS SIMPLES DA VIDA



Reflitam...

Um homem estava dirigindo há horas e, cansado da estrada, resolveu procurar um hotel ou uma pousada para descansar. Em poucos minutos, avistou um letreiro luminoso de um hotel.
Quando chegou à recepção, o hall do hotel estava iluminado com luz suave. Atrás do balcão, uma moça de rosto alegre o saudou amavelmente: “Bem-vindo!” Três minutos após essa saudação, o hóspede já se encontrava confortavelmente instalado no seu quarto e impressionado com os procedimentos: tudo muito rápido e prático.
No quarto, uma discreta opulência: uma cama, impecavelmente limpa, uma lareira, um fósforo apropriado em posição perfeitamente alinhada sobre a lareira, para ser riscado. Era demais! Aquele homem que queria um quarto apenas para passar a noite começou a pensar que estava com sorte.
Mudou de roupa para o jantar (a moça da recepção fizera o pedido no momento do registro). A refeição foi tão deliciosa, como tudo o que tinha experimentado, naquele local, até então. Assinou a conta e retornou para quarto. Fazia frio e ele estava ansioso pelo fogo da lareira. Qual não foi a sua surpresa! Alguém havia se antecipado a ele, pois havia um lindo fogo crepitante na lareira.
A cama estava preparada, os travesseiros arrumados e uma bala de menta sobre cada um… Que noite agradável aquela!
Na manhã seguinte, o hóspede acordou com um estranho borbulhar, vindo do banheiro. Saiu da cama para investigar. Simplesmente uma cafeteira ligada por um timer automático, estava preparando o seu café e, junto um cartão que dizia: “Sua marca predileta de café. Bom apetite!” Era mesmo! Como eles podiam saber desse detalhe? De repente, lembrou-se: no jantar perguntaram qual a sua marca preferida de café.
Em seguida, ele ouve um leve toque na porta. Ao abrir, havia um jornal. “Mas, como pode?! É o meu jornal! Como eles adivinharam?” Mais uma vez, lembrou-se de quando se registrou: a recepcionista havia perguntado qual jornal ele preferia. O cliente deixou o hotel encantando. Feliz pela sorte de ter ficado num lugar tão acolhedor.
Mas, o que esse hotel fizera mesmo de especial? Apenas ofereceram um fósforo, uma bala de menta, uma xícara de café e um jornal. Nunca se falou tanto na relação empresa-cliente como nos dias de hoje.
Milhões são gastos em planos mirabolantes de marketing e, no entanto, o cliente está cada vez mais insatisfeito mais desconfiado. Mudamos o layout das lojas, pintamos as prateleiras, trocamos as embalagens, mas esquecemo-nos das pessoas.
O valor das pequenas coisas conta e muito. A valorização do relacionamento com o cliente. Fazer com que ele perceba que é um parceiro importante!


24 julho 2019

TEXTO COM INTERPRETAÇÃO: "O PORQUINHO FEIO"



O porquinho feio

Era uma vez uma mamãe pata que tinha cinco filhotes, quatro deles eram os patinhos, mais lindinhos, fofinhos e amarelinhos que você pode imaginar.
Mais o quinto era cor-de-rosa, tinha focinho e rabinho enrolado, ele era muito crescido para sua idade, pensava mamãe pata, ”será que ele é um filhote de peru como todos dizem”.
 Mamãe pata levou seus filhos para aula de natação no lago. Os patinhos pularam logo na água, até o cor-de-rosa, apressar de ele não nadar tão bem como seus irmãos, ”bom aquele patinho com certeza não é um peru” pensou sua mãe.
No dia seguinte chegou a hora da chamada, mamãe pata soltou um “quac” e todos os seus filhotes o imitaram, mas, quando chegou a vez do patinho cor-de-rosa, no lugar do “quac”, ouviu-se um “oinc”.
 – Ele não é um pato! – Gritaram todos – Ele é um porquinho feio, e não pertence ao nosso meio!
E assim dizendo enxotaram o porquinho dali. Cansado, faminto e atordoado, o porquinho feio vagou por vários dias em busca de um lar.
 Mas nem um passarinho lhe deu atenção.
  – Suma daqui seu porquinho feio – gritavam assim que o viam.
Um dia o porquinho feio chegou a uma fazenda e viram alguns porcos, aproximando-se deles falou.
  – Eu sei que sou um porquinho feio, mas será que posso ficar aqui, morando com vocês?
   – Um porquinho feio?! – eles exclamaram – Você é o porco mais lindo que já vimos, e daquele dia em diante viveram felizes para sempre.

Sugald Steer – São Paulo: Brinque-Book, 1999


Questões para responder no caderno;

1)    Qual é o título do texto?

 2)    Qual é o tema principal da história?

3)    Quantos parágrafos há no texto?

4)    Quem é o autor do texto?

5)    Quem é o personagem principal da história?

6)    Qual era a diferença do filhote rosa e seus irmãos?

7)    O que os outros animais achavam do filhote rosa?

8)    O que aconteceu na hora da chamada da aula de natação?

9)    O que os outros animais disseram quando o filhote disse “oinc”?

10)  Qual foi a reação dos porcos quando conheceram o porquinho?

Por ACESSABER








09 julho 2019

TEXTO AS ÁRVORES E O MACHADO COM ATIVIDADES PARA O 3º E 4º ANO


 UM HOMEM Foi Á FLORESTA E PEDIU ÁS ÁRVORES QUE LHES DOASSEM UM CABO PARA SEU MACHADO. O CONSELHO DAS ÁRVORES CONCORDOU COM SEU PEDIDO E DEU A ELE UMA JOVEM ÁRVORE PARA ESTE FIM.
 LOGO QUE O HOMEM COLOCOU O NOVO CABO NO MACHADO COMEÇOU A USÁ-LO EM POUCO TEMPO HAVIA DERRUBADO COM SEUS POTENTES GOLPES AS MAIS NOBRES E MAIORES ÁRVORES DA FLORESTA.

UM VELHO CARVALHO, LAMENTANDO A DESTRUIÇÃO, DISSE Á ÁRVORE QUE ESTAVA AO SEU LADO:
 ___SE NÓS NÃO TIVÉSSEMOS ATENDIDO AO LENHADOR, DANDO-LHE MADEIRA PARA O CABO DO SEU MACHADO, VIVERÍAMOS AINDA CENTENAS DE ANOS.
 QUEM QUER PROTEÇÃO, PROTEJA SEU PRÓXIMO.

FÁBULA DO ESOPO

              
 INTERPRETANDO O TEXTO



1-RESPONDA:

A)  QUAL O NOME DO TEXTO?

B)   QUE TIPO DE TEXTO É ESSE?

C)   O QUE O LENHADOR QUERIA DAS ÁRVORES?


2-COLOQUE (V) PARA VERDADEIRO E (F) PARA FALSO


    (    )   O LENHADOR PEDIU ÁS ÁRVORES UM CABO PARA SEU MACHADO;

    (    )   AS ÁRVORES NÃO ATENDERAM AO PEDIDO DO LENHADOR;

    (    )   ESSA HISTÓRIA SE PASSA NUMA GRANDE CIDADE;

3-  COLOQUE AS FRASES EM ORDEM DE ACORDO COM O TEXTO

(   )  LOGO QUE O LENHADOR PREPAROU O CABO DO MACHADO,
COMEÇOU A DERRUBAR AS MAIORES ÁRVORES DA FLORESTA.

(  )  UM LENHADOR FOI Á FLORESTA E PEDIU ÁS ÁRVORES QUE LHE
DESSEM UM CABO PARA O SEU MACHADO.

(    )  O CONSELHO DAS ÁRVORES CONCORDOU COM SEU PEDIDO E
DEU A ELE UMA JOVEM ÁRVORE PARA ESTE FIM.


4-ESCREVA AS FRASES NO PLURAL

A)  A ÁRVORE É FRONDOSA,


B)   O MACHADO É AFIADO.


C)   O LENHADOR É TRABALHADOR.


D)  O HOMEM FOI A FLORESTA,


E)   A MADEIRA É USADA PARA FABRICAR MESA.


03 julho 2019

A LENDA DAS TRÊS ÁRVORES


Havia no alto de uma montanha três árvores que sonhavam o que seriam depois de grandes.
A primeira, olhando as estrelas disse:
"Eu quero ser o baú mais precioso do mundo, cheio de tesouros."
A segunda, olhando o riacho suspirou:
"Eu quero ser um navio grande para transportar reis e rainhas."
A terceira olhou para o vale e disse:
"Quero ficar aqui no alto da montanha e crescer tanto que as pessoas, ao olharem para mim, levantem os olhos e pensem em Deus."
Muitos anos se passaram e, certo dia, três lenhadores cortaram as árvores.
Todas três ansiosas em serem transformadas naquilo que sonhavam. Mas, os lenhadores não costumavam ouvir ou entender de sonhos... Que pena!
A primeira árvore acabou sendo transformado em um cocho de animais, coberto de feno.
A segunda virou um simples barco de pesca, carregando pessoas e peixes todos os dias.
A terceira foi cortada em grossas vigas e colocada num depósito.
Então, todas perguntaram desiludidas e tristes:
- Por que isto?
Mas, numa bela noite, cheia de luz e estrelas, uma jovem mulher colocou seu bebê recém-nascido naquele cocho de animais. E de repente, a primeira árvore percebeu que continha o maior tesouro do mundo.
A segunda árvore acabou transportando um homem que terminou dormindo no barco, mas quando a tempestade quase afundou o barco, o homem levantou-se e disse "PAZ!". E num relance, a segunda árvore entendeu que estava transportando o rei do céu e da terra!
Tempos mais tarde, numa sexta-feira, a terceira árvore espantou-se quando suas vigas foram unidas em forma de cruz e um homem foi pregado nela. Logo, sentiu-se horrível e cruel. Mas, no domingo seguinte, o mundo vibrou de alegria. E a terceira árvore percebeu que nela havia sido pregado um homem para salvação da humanidade e que as pessoas sempre se lembrariam de DEUS e de seu FILHO ao olharem para ela.
As árvores haviam tido sonhos e desejos... mas sua realização foi mil vezes maior do que haviam imaginado.
Portanto, nunca deixe de acreditar em seus sonhos, mesmo que aparentemente eles sejam impossíveis de se realizar.

(Autor desconhecido)

02 julho 2019

PEQUENA HISTÓRIA PARA REFLETIR!!!


ATIVIDADES COM OS MESES DO ANO


ATIVIDADES COM CALENDÁRIO

1- QUAL FOI O DIA DA SEMANA EM QUE O MÊS COMEÇOU?

2- QUAIS SÃO OS DIAS DA SEMANA?

3- QUAL O TOTAL DE SEMANAS DO MÊS?

4- QUANTOS MESES O ANO TEM?

5- EM QUE MÊS ESTAMOS?

6- QUAL SERÁ O PRÓXIMO MÊS?

7- QUAL É O PRIMEIRO MÊS DO ANO?

8- QUAL É O ULTIMO MÊS DO ANO?

9-QUAIS SÃO OS MESES QUE TEM 30 DIAS?

10- QUAIS SÃO OS MESES QUE TEM 31 DIAS?

QUANDO DEUS MUDA NOSSOS PLANOS...