Seguidores

04 junho 2020

BRINCADEIRAS JUNINA PARA AS CRIANÇAS EM CASA.


Tradicionais em todo o Brasil, as brincadeiras de festa junina são cada vez menos conhecidas nos centros urbanos, embora sejam superdivertidas. Conheça algumas delas.

Corrida de três pés

Marca-se um local de partida e outro de chegada. Os participantes são reunidos em duplas. Com uma fita, o tornozelo direito de um é amarrado ao tornozelo esquerdo de seu par. Dado o sinal, as duplas participantes devem correr até a chegada. Vence a dupla que chegar primeiro.

Cadeia


Escolhe-se um local isolado ou cercado por cadeiras para ser a cadeia. Algumas pessoas tomam conta do local. Durante a festa, os convidados podem indicar quem deve ser preso. Aqueles que cuidam da brincadeira vão atrás do “fugitivo” e o deixam preso na cadeia. Para ser solto, deve-se cumprir algo combinado com antecedência: fazer uma dança, cantar uma música, demonstrar outra habilidade ou pagar um mico.

Jogo das argolas



Enchem-se com água garrafas plásticas de refrigerante, e marca-se uma linha de arremesso em torno de 1,5 metro de distância. Cada participante deverá receber argolas para as tentativas de acerto. Vence quem acertar o gargalo das garrafas com o maior número de argolas.

 Corrida do milho



Coloca-se uma bacia com grãos de milho atrás de uma linha. Atrás de outra linha, a uma boa distância, os participantes são reunidos aos pares. Uma pessoa segura uma colher e a outra um copo descartável. Dado o sinal, os participantes com a colher correm até a bacia, enchem a colher com milho e voltam para a linha de largada, onde colocam o milho no copo que seu parceiro está segurando. Vence a dupla que encher primeiro o copinho com milho.
 Boca do palhaço


Prepara-se um grande painel retratando o rosto de um palhaço. A boca é um buraco e o jogo consiste em acertar bolinhas lá dentro. O jogador pode ter cinco tentativas e a bolinha pode ser feita de meia.


Correio elegante



É a entrega de mensagens durante a festa através de bilhetes. Uma pessoa é responsável por ser o carteiro e entregar os bilhetes, além de disponibilizar papel decorado e canetas. É uma boa oportunidade para impressionar alguém de quem se gosta ou para fazer uma brincadeira descontraída entre amigos.

 Cabo de guerra


Uma linha no chão divide o campo do jogo ao meio e os participantes são separados em dois times iguais. Cada grupo fica em fila num lado, segurando uma corda de uns cinco metros de comprimento. O meio da corda deve ficar em cima da linha traçada no chão, e, quando é dado o sinal, os participantes puxam a corda para o seu lado. Vence o grupo que conseguir fazer um participante do outro grupo pisar a linha traçada no chão.

 Corrida do saco



Consiste numa corrida onde os participantes devem pular dentro de um saco de estopa (saco de farinha, por exemplo). Quem atingir a reta final primeiro ganha a partida.

Corrida de carrinho de mão



Esta brincadeira é realizada em duplas. Quem está na frente apoia as mãos no chão e estica as pernas. O parceiro que fica atrás levanta as pernas do que está na frente, e fica entre elas, segurando na altura do joelho, como se a primeira pessoa fosse um carrinho de mão. Quando é dado o sinal, as duplas correm, um com os pés e o outro com as mãos. Ganha quem chegar primeiro no outro lado. Quem cair volta para a linha de largada.



 Pescaria



Numa grande caixa ou bacia com areia, colocam-se peixinhos de madeira ou papelão. O objetivo é pescá-los, usando uma varinha. É possível fazer um furinho nos peixes para que o anzol o fisgue ou usar ímãs.


Nenhum comentário:

Postar um comentário